A amamentação é fundamental na produção de anticorpos do bebê, criando as melhores condições para sua saúde mental e fisiológica. Além disso, há estudos que relacionam a amamentação à boa alimentação no futuro, já que o leite carrega os nutrientes variados que a mãe consome, diferente do leite em pó, que é sempre o mesmo.

Ainda assim, existe um considerável número de mulheres que, ao começar o processo de amamentação, passam por uma dificuldade inicial do bebê em sugar ou de fazer o leite descer. Na verdade, amamentar é um processo de aprendizado, tanto para a mãe quanto para o bebê.

Pinterest/Reprodução

Nesses casos, a extração de leite materno pode apresentar diversos benefícios para toda a família. O leite extraído pode ser armazenado no freezer por até 15 dias, possibilitando uma alternativa em momentos em que o bebê não mamou no peito o suficiente, além de proporcionar um descanso para as mamães produzirem ainda mais leite e uma oportunidade de estender o aleitamento materno por mais tempo.

De Volta ao Trabalho
Muitas mulheres acabam tendo de interromper a amamentação quando voltam a trabalhar, pois com a redução das mamadas, o leite também tende a diminuir, embora isso varie de mulher para mulher.
Ao extrair o leite, você mantém a produção elevada, podendo continuar amamentando normalmente após voltar ao trabalho.

Ampliando os Vínculos Afetivos
O aleitamento materno cria uma conexão natural entre a mãe e o bebê. Mas se outras pessoas próximas puderem dar o seu leite ao bebê, você mantém os benefícios da amamentação e esse vínculo emocional estende-se a pais, avós, avôs, tias e outras pessoas que estão sempre por perto. Quanto maior o número de pessoas com as quais seu bebê se sente confortável e seguro, mais tranquilo ele vai ficar. E você também.

De Volta à Vida Social
Muitas vezes, ter um bebê pode significar algum tempo de reclusão, especialmente nos três primeiros meses. Uma bomba de extração de leite pode ajudar a mãe a poder sair um pouco de casa e a retomar o contato social.

Evitando que o Leite Empedre
Algumas mulheres sofrem dores terríveis quando produzem mais leite que o bebê é capaz de consumir. Isso é facilmente evitado extraindo o leite excedente, possibilitando mais conforto nesse período.

Um descanso para os seios
Alguns bebês sugam o leite com muita força, por vezes machucando seriamente os mamilos e dificultando o processo de amamentação. A bomba de extração tem força moderada e pode ser utilizada até que o seio machucado se recupere, sem que o leite empedre ou diminua. Outra dica para esses casos é a utilização do protetor de seios, que evita o atrito de roupas e sutiãs com o mamilo ferido e ajudam também mulheres que têm bico invertido a amamentarem com mais facilidade.

Leite Solidário
Mulheres que produzem leite em excesso podem doar a quem não produz, produz pouco, a mães de prematuros que ainda não aprenderam a sugar ou pacientes de UTIs neonatais. Há bancos de leite em todo o Brasil, sendo muitos deles dentro das maternidades e alguns até mesmo recolhem em casa.

Para doar leite, é preciso cumprir algumas exigências, como comprovar com exames pré ou pós-natais que a saúde está em dia, não fumar, não tomar remédios contraindicados no período da amamentação, não ingerir álcool ou outras drogas ilícitas.